AdobeStock_212192827_small_
AdobeStock_212192827_small_

AdobeStock_212192827_small_
AdobeStock_212192827_small_

1/1

Tratamento complementar para o cancro

O cancro é hoje uma das primárias causas de morte não natural no mundo desenvolvido e o seu crescimento é exponencial.

Conscientes que presenciamos uma crise global na Saúde onde este tipo de doença se tornou a norma na sociedade, uma parte significativa dos doentes recorre a terapêuticas não convencionais na esperança de obter um suporte complementar ou alternativo à oncologia convencional. 

A medicina Chinesa é frequentemente uma escolha primária, na esperança que, por exemplo, a acupuntura mitigue efeitos secundários da quimioterapia ou produtos medicinais naturais tenham um potencial efeito antineoplásico.

O que o utente procura na medicina Chinesa é, assim, a possibilidade de acesso a recursos que lhe proporcionem maior controlo sobre a doença de uma forma que está alinhada com uma ecologia mais natural do ser, desde um estilo de vida que previna a doença, até à possibilidade de remissão de um cancro em estado avançado.

A acupuntura, a prescrição herbal, a fitoterapia e a gestão de hábitos saudáveis de acordo com os princípios da prevenção e reabilitação na visão tradicional da medicina Chinesa poderão contribuir significativamente para apoiar a prevenção do cancro, assim como para a reabilitação e a melhoria da qualidade de vida no paciente oncológico.

  • Facebook
  • Instagram